Publicidade:

Boa noite pessoal. Alguém está habituado a fazer levantamento georreferenciado de árvores isoladas para autorização de supressão em MG? Como vocês cobram? Um dos itens a informar é o volume (DN 114/08 COPAM). Vocês sabem como calcular esse volume?

MA Maurovieirabuenojunior perguntou em 09 October 2017, 23:34
2 respostas / 398 visualizações / 0 gostei
MA

Boa noite Willian. Obrigado pela orientação. Esclareceu bastante.

WI

Olá Mauro, tudo bem?

Já realizei algumas vezes trabalhos para levantamento de árvores isoladas, mas normalmente estes serviços estavam atrelados também a outras necessidades do local.

Considerando apenas o levantamento de árvores isoladas tem-se que considerar numerá-las com plaquetas de identificação, onde se possa haver coincidência entre o mapa, relatórios e inloco. 

Esta numeração (ID), deverá constar por exemplo: o nome científico e regional da espécie, altura (h), diâmetro, volume. A partir destes dados, considere elaborar uma planilha e tabelas incluindo algum vínculo com fotografias atualizadas.

A normativa também impõe cituações em que árvores não podem ser suprimidas em seu artigo 2° e e, seu artigo 3° fomenta a necessidade de um projeto de recuperação.

Devem ser entregues ainda: os mapas com seus perímetros e árvores isoladas georreferenciadas, requerimento com fundamentação, apresentação de ART, comprovação de averbação de reserva legal e outros documentos simples descritos no artigo n° 7.

Com relação a valores, entendo que devemos considerar que não se trata apenas de um levantamento topográfico, mas sim da realização de um projeto muito mais amplo, sendo que o levantamento topográfico é a etapa mais rápida do processo, haja visto a parte burocrática e documentações a serem aprovadas. É difícil especificar um valor, mas uma dica: analise aproximadamente quanto será o tempo de seu trabalho inloco para se ter noção do valor topográfico com base nas diárias. Depois elabore um valor para elaboração dos projetos e relatórios e acompanhamento técnico (longo prazo).

Referente ao cálculo de volume é bastante simples, deixarei aqui três materiais que já observei e que com uma leitura rápida você já estará calculando estas informações:

www.ipef.br/publicacoes/scientia/nr41-42/cap08.pdf

http://esalqlastrop.com.br/img/aulas/Medi%C3%A7%C3%A3o%20da%20Madeira.pdf

http://www.eucalyptus.com.br/eucaexpert/1214_Como%20calcular%20volume%20de%20arvores.pdf

 

Um forte abraço,

Willian Oliveira